Fale conosco

A contabilidade da sua empresa de um jeito simples e prático!

Publicado em 17 de April de 2024
Contábeis

Após um mês do início da entrega da declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) 2024, 41,7% dos contribuintes já optaram por utilizar a modalidade de declaração pré-preenchida. 

Essa opção, disponível através do sistema GOV.BR, exige que os usuários possuam uma conta Prata ou Ouro na plataforma governamental. 

Segundo informações apresentadas pelo painel da Receita Federal, já foram submetidas aproximadamente 14,4 milhões de declarações até o momento, e o prazo final para a entrega das declarações permanece até o dia 31 de maio.

Cresce uso da declaração pré-preenchida

 

Uma tendência observada é o crescimento do uso desse serviço nos últimos anos. Em 2022, cerca de 41,7% dos declarantes optaram pela declaração pré-preenchida, número que subiu para 68,6% em 2023 e deve subir ainda mais em 2024. 

Destaca-se que os contribuintes do Distrito Federal são os que mais adotaram esse formato, com 53,4% das declarações entregues na unidade da federação utilizando a modalidade pré-preenchida.

O secretário de Governo Digital do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI), Rogério Mascarenhas, enfatiza a praticidade proporcionada pela utilização do GOV.BR.

 

"Ter uma conta no GOV.BR simplifica e facilita a vida das pessoas. Além desse serviço da Receita Federal, temos outros milhares disponíveis na plataforma do governo federal."

Como usar a declaração pré-preenchida?

Para utilizar a declaração pré-preenchida, o processo é simples. Os contribuintes devem baixar o aplicativo GOV.BR em suas lojas de dispositivos móveis, inserir o CPF e seguir as etapas para criar ou modificar sua conta. 

Aqueles que já possuem cadastro devem apenas acessar a plataforma. Vale ressaltar que o acesso inicial pode ser feito com uma conta no nível bronze, entretanto, a ferramenta oferece a opção de atualização para os níveis Prata e Ouro, proporcionando maior segurança.

A obtenção do nível Prata exige a realização de biometria facial com a CNH, ser servidor público federal ou efetuar login através de uma das 13 instituições financeiras credenciadas. 

 

Já para alcançar o nível máximo de segurança, Ouro, os usuários devem passar pelo reconhecimento facial com base nos dados da Justiça Eleitoral, utilizar o QR Code da Carteira de Identidade Nacional (CIN) ou possuir um certificado digital compatível com a ICP-Brasil.

Compartilhe nas redes sociais
Facebook Twitter Linkedin
Voltar para a listagem de notícias